Vida imperfeita

Sua vida não é tão perfeita como você gostaria que fosse ou quanto você tenta aparentar que seja. Seus dias não são repletos de sorrisos, seus sonhos nem sempre se tornarão realidade. Seu cabelo não é do jeito que você gostaria e sua altura e peso também não. Haverá dias vazios, em que a tristeza vem até mesmo sem motivo aparente, e embora a alegria chegue no dia seguinte, esses dias tristes sempre voltam…

Seu namoro não é o conto de fadas que você sonhou que seria quando era adolescente, aliás, conto de fadas não existem. Seu salário não é grandes coisas e, mesmo que você ame o que faz, tem dias que levantar é uma tortura. Você não tem aquela roupa bacana que viu na vitrine, nem aquele carro do ano.

Você também não dorme a quantidade de horas que gostaria. Tem dias que o mau humor toma conta e você só sabe resmungar. A paciência se esgota e se converte em atos de antipatia ou até socos no computador lento. O estresse no trânsito se mantém durante o resto do dia.

Então, quando você deixa de olhar apenas para si mesmo e consegue enxergar o que existe ao redor, você vê o morador de rua mexendo no lixo e tomando o restinho de iogurte que resta no pote, vê o paraplégico pegando o ônibus para trabalhar sozinho e sorridente. Vê a criança descalça vendendo balas, e vê um aviso de pessoas que estão precisando de um transplante ou doação de sangue … suas vidas se resumem simplesmente em lutar para sobreviver.

E você volta a olhar para si mesma. Envergonhada e se sentindo uma tremenda egoísta, se preocupando com sua gordurinha extra, reclamando do download lento, da sua noite mal dormida, do seu guarda-roupa desatualizado ou da sua conta bancária.

Nesse momento, nossas reclamações se tornam pó e a gente começa a ver tudo de bom e todas as bênçãos presentes em nossas vidas. Que não são poucas. A pele corada e a saúde forte, a família, os pais amáveis e trabalhadores, os movimentos de todos os membros, a cama quente, a geladeira farta, a visão e todos os outros sentidos, a sabedoria e a oportunidade de poder adquirir mais e mais conhecimento. A oportunidade de respirar ar livre, e não estar preso em quatro paredes numa cama de hospital.

Temos tudo e não sabemos. Ou sabemos, mas esquecemos. Ou não sabemos mesmo, até perder uma dessas coisas.
Desejo que Deus me torne uma pessoa melhor a cada dia, para que eu tenha consciência e dê valor a tudo que tenho.

Se você não tiver tempo para ir a igreja ou para conversar com Deus antes de dormir, ou se não acreditar que orações funcionem, diga apenas uma palavra: “OBRIGADA”.

Anúncios

Sobre Renata Stuart

Estudante de Comunicação Social da Puc - MG, 21 anos. Apaixonada pela família, amigos e pela vida! Uma sede imensa de aprender e uma vontade louca de escrever.
Esse post foi publicado em Crônicas e textos, Reflexões e marcado , . Guardar link permanente.

2 respostas para Vida imperfeita

  1. Temos que agradecer todos os dias, porque estar vivo por si só é um milagre inexplicável. Vivamos todos os nossos dias intensamente e prudentemente, lutando pelos sonhos e lembrando que somos muito abençoados.
    Reconhecendo-nos nessa situação podemos colaborar com a vida do próximo e tornar o mundo um lugar melhor.

    Parabéns pelo texto, que a inspiração generosa que Deus lhe deu se multiplique!

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s