Matéria de cultura para o jornal O Passageiro

Tive o prazer de entrevistar a dupla sertaneja Luiz Guilherme e Daniel e fiz uma matéria sobre eles no caderno de cultura do OP.
Confiram:

Publicado em Música | Marcado com , | Deixe um comentário

Quem vai dizer tchau

Estava escutando música no celular enquanto ia para a faculdade e, aleatoriamente, começou uma música da minha playlist da qual eu nem me lembrava, é uma do Nando Reis, chamada Quem vai dizer Tchau.

A letra se trata de um homem que lamenta o fim do amor que sentia pela sua mulher ou namorada, enfim. Ele se pergunta quando foi que isso aconteceu e quem terá a iniciativa de terminar, ou seja, dizer tchau.
Mais a frente, a parte que mais me tocou na música é a seguinte:

“A gente não percebe o amor
Que se perde aos poucos sem virar carinho.
Guardar lá dentro amor não impede,
Que ele empedre mesmo crendo-se infinito.
Tornar o amor real é expulsá-lo de você,
Pra que ele possa ser de alguém!”


Ou seja, se não cultivarmos, se não regarmos o amor como se ele fosse uma planta que necessita de água para sobreviver, ele se perde aos poucos sem que a gente perceba.

Se a pessoa que você ama já sabe e tem toda a certeza do mundo que você também a(o) ama, isso não impede que esse amor se perca com o passar do tempo. Ter essa certeza dentro do seu coração não torna o amor resistível às armadilhas do tempo, da convivência, da rotina. Dizer que ama todos os dias, sem fazer esforço para aumentar esse amor, mesmo acreditando que ele é eterno, não impede que ele fique estagnado, empedrado.
Não basta amar e saber que é amado, é preciso sentir isso e, para sentir, é preciso externar, expulsar esse sentimento como a música diz.

A conquista não deve ser feita apenas para se ter o amor, mas é ela também que mantém esse mesmo amor vivo, respirando. Ou seja, é preciso conquistar quem amamos todos os dias …. Mas quantos fazem isso? Uma vez conquistado, o amor se torna uma espécie de obviedade, lógica, está sempre subentendido, e não mais explícito. “Ela já sabe que eu a amo, logo, não preciso mais ficar mandando flores, fazendo cartões ou mandando torpedos inusitados, e blá blá blá”.

Conclusão: O amor só é amor quando passa a ser do outro e não mais de quem sente.

Para estar vivo, ele precisa estar fora de nós, trazendo sorriso a alguém, trazendo cumplicidade, trazendo força, intensidade.

Por isso, ame, ame muito, mas não guarde esse amor, verbalize, perdoe, escute, relembre, aconselhe, compartilhe, dê privacidade, compreenda, seja bobo, deseje e realize. Antes que o amor se esvaia e você tenha que dizer tchau para ele.

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Blusas em 3D – muito fofas!

Não há quem não se apaixone por essas blusas fofas!
A empresa “The Mountain”, dos EUA, trabalhou muito na tinta e no tecido para dar esse efeito 3D, como se o animal quisesse sair da blusa!
São estampas de tudo quanto é bicho!Cachorro, tigre, leão, porco,elefante…
Estão todas no site oficial da fabricante por apenas US$ 20,00!
A-D-O-R-E-i!

Eu gostei mais da blusa do Leão e do Porquinho…e vc ?

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Matéria para O Passageiro

Matéria de capa que fiz para o jornal O Passageiro.
Jornal que circula em pontos de ônibus e metrôs na RMBH. São 40.000 exemplares e a distribuição é gratuita. Clique para ampliar.

Publicado em Comunicação Social, Trabalhos | Marcado com , | Deixe um comentário

Futuro: um sonho necessário

Fazer planos, sonhar com o amanhã…
Como eu estarei daqui há 10 anos? O que eu terei conquistado? Onde estarei ? Quem estará ao meu lado ? Ainda estarei gostando das mesmas coisas que gosto hoje? Estarei feliz? Terei filhos? Terei vivido um grande amor?
Eu acho que pensar no futuro é perturbador. Ele é um tempo sobre o qual não temos controle (embora algumas pessoas soberbas acreditam ter).
Acho que penso isso pela insegurança da vida, pela incerteza se estarei respirando quando o sol amanhecer. Acho que o futuro gosta de fazer pegadinhas com a gente, pois estamos sempre atrás dele. No novo ano que se inicia, na esperança dos dias melhores, na esperança que o tempo cure alguma dor, ou quando levantamos cedo para ir trabalhar e nos garantir um futuro digno. Pensando no futuro, abrimos mão do presente o tempo todo, sem perceber.
Mas, ultimamente eu tenho tentado enxergar as coisas de outra forma. Mais otimista, digamos. Se o amanhã não existisse em nossa mente, o hoje seria apenas uma tentativa desesperadora de se realizar tudo agora e já.
Descobri que o futuro é o combustível que coloca o presente em movimento…É acreditando no futuro, que a gente ganha energia para viver todos os dias. Do contrário, construir uma história de vida não faria sentido. A história só existe se o futuro existir.
O que seria da vida se não pudéssemos sonhar? Nossas ambições não teriam valor algum. O que seria de nós, quando a angústia toma conta, se não acreditássemos que dias melhores virão? Em função de que viveríamos? Trocaríamos os grandes desejos da vida por desejos de momento. Mas os momentos passam… e a vida continua!
Enfim, acho que sonhar com futuro é necessário. Só não podemos colocá-lo em detrimento do presente. Temos que sonhar com o cabelo branco de amanhã, sem deixar de usufruir da juventude que temos hoje. Temos que sonhar com a maioridade sem abrir mão da infância. Viver pressupõe sonhar. A vida pede sonhos. Tudo ao seu tempo. Com calma, fé e intensidade.

Publicado em Crônicas e textos, Reflexões | Marcado com , , , | 8 Comentários

Matéria

Matéria de capa que fiz para o jornal institucional do colégio técnico CECON.
Feito na Agenda Comunicação Integrada.

Publicado em Trabalhos | Marcado com | Deixe um comentário

Matéria para o jornal institucional do colégio técnico CECON

Matéria feita por mim na Agenda Comunicação Integrada.

Publicado em Trabalhos | Marcado com | Deixe um comentário